5 dicas sobre como planejar obra e reforma em condomínio

Seja com o intuito de realizar uma pequena reforma, seja para uma obra de grande porte, pesquisar e ter paciência são elementos essenciais no decorrer dessas etapas. Cabe destacar, ainda, que se essa responsabilidade cabe ao síndico, requer inevitavelmente mais cuidados.

Sendo assim, saber como planejar obra e reforma em condomínio torna-se essencial. Como há condomínios com centenas de moradores, é normal surgirem pequenos atritos e problemas na hora da realização de reformas.

Por isso, é fundamental que o síndico tenha cuidado redobrado ao planejar todos os detalhes, a fim de evitar o desentendimento entre os residentes e garantir o bem-estar do prédio. Dessa forma, confira 5 dicas importantes na hora de planejar a obra/reforma em condomínio.

1. Pesquise bastante

Dar início a uma reforma ou obra em um condomínio, sem que haja uma pesquisa prévia quanto à reputação da construtora, qualidade dos materiais e medidas de segurança é algo impensável. Ao decidir reformar, todas as decisões devem ser tomadas posteriormente a estudos, com o objetivo de evitar gastos excessivos e aumentar as possibilidades de se obter uma obra segura e de qualidade.  

2. Sinalize os espaços

Reforma demanda transporte de carga, movimentação constante de trabalhadores e logística de abastecimento. Todos esses parâmetros fogem da rotina de um condomínio. Desse modo, destacar e sinalizar adequadamente as áreas críticas é indispensável para coibir acidentes de trabalho. 

Esse cuidado demanda mais atenção, principalmente, se houver presença de muitas crianças no prédio, já que elas são mais vulneráveis à incidência de acidentes no canteiro de obras. 

3. Avise os moradores com antecedência

Afixar cartazes e lembretes em todo o condomínio, deixando bem claro para os residentes informações como data de início; previsão de término; horários com ruídos; e transporte de materiais é vital para a qualidade do planejamento. Isso porque você permite que os moradores se antecipem e tomem medidas para se adaptar à rotina de reformas da melhor maneira possível.    

4. Elabore um orçamento 

A etapa do orçamento é a responsável por indicar o montante de investimento que a reforma requer. Dessa forma, atente-se em realizar pesquisas de preços, incluir uma pequena margem financeira para eventuais gastos extras e procurar expor essas ideias nas reuniões de condomínio.   

Orçar uma obra necessita de tempo e muito estudo. Quanto mais pessoas empenhadas em fazer pesquisas de mercado, mais as chances de se ter um orçamento mais vantajoso economicamente. 

5. Faça e divulgue um cronograma

Toda reforma tem seu cronograma estabelecido de maneira prévia, mesmo que ele tenha chances de sofrer pequenas alterações no futuro. Iniciar um empreendimento no condomínio e ter a noção de quando ele irá terminar favorece a comodidade e a qualidade de vida de todos os moradores.

Por isso, divulgar de forma clara e precisa todas as informações acerca do cronograma, bem como disponibilizar atualizações quando o mesmo sofrer alterações são atribuições de um síndico que deseja realizar um bom planejamento de reforma. 

Vale ressaltar também que além de se preocupar em saber como planejar obra e reforma em condomínio, é interessante que o síndico procure tomar medidas que beneficiam sua infraestrutura. Como, por exemplo, investir em cobertura para as garagens, com a intenção de proteger os veículos dos moradores contra as intempéries e agregar boa aparência ao local.        

Achou interessante este conteúdo? Leia também, em mais um de nossos posts, 4 benefícios da cobertura para garagens em condomínios

Deixe um comentário
Share This